Esquerda? Direita?

 

O Grupo de Estudos Esquerda? Direita?, coordenado pelo Prof. Dr. Fabien GeorgesJacques Schang (Lattes: http://lattes.cnpq.br/7692539246816433), dedica-se ao significado dos conceitos políticos de esquerda e direita através de diferentes abordagens. O grupo de estudos ocorre a cada segunda quarta-feira, das 17:30 às 19:30.
As reflexões do grupo de estudo giram em torno de três eixos principais, que levam a diferentes formas de pensar sobre a oposição esquerda-direita:
1. Abordagem empírica (ciência política): estudo dos fundamentos práticos da atividade política (métodos de votação, formação de partidos políticos, sociologia política) ;
2. Abordagem teórica (filosófica política): teorias da política, conceitos ideológicos ;
3. Abordagem conceitual (metapolítica): conceitos políticos, filosofia da linguagem política, epistemologia política.
A partir da leitura de vários textos dedicados ao significado dos conceitos de esquerda e direita, o grupo de estudos se questionará em torno de três propostas principais de seu coordenador:
(a) Contra a análise descritiva: política e ideologias. Em oposição à abordagem histórica usual, o significado dos conceitos ‘esquerda’ e
‘direita’ não se baseia em um conjunto de ideologias. As razões para esta rejeição repousam sobretudo na variabilidade contextual (de acordo com o local e o tempo) na utilização destes conceitos.
(b) Primeira : política e poder. ‘Esquerda’ e ‘direita’ são definidas acima de tudo em sua relação com o poder: a ‘direita’ designa qualquer atitude de acordo com o estado de coisas político, isto é, um conjunto de ideias políticas aplicadas por determinados políticos e/ou aprovadas por uma determinada população; a ‘esquerda’ é a atitude consistente com este estado de coisas político.
(c) Segunda definição: política e ontologia. Uma definição alternativa consiste na afirmação de que ‘esquerda’ e ‘direita’ designam duas formas rivais de constituir uma ontologia política, ou seja, um conjunto de agentes políticos com direitos comuns. Nesse sentido, a direita defende uma ontologia exclusiva (a ontologia política tende a excluir todos os agentes de não-direita), enquanto a esquerda defende uma ontologia inclusiva (a ontologia política tende a incluir todos os agentes). A extensão das zonas de direito e não direito é variável e vai do mínimo (um único beneficiário: o tirano) ao máximo (todos os seres vivos são beneficiários). A esquerda e a direita são, assim, gradualmente distinguidas em torno deste critério quantitativo de extensão dos direitos comuns.
Atividades
O estudo de textos visa compreender melhor um conjunto de conceitos políticos pertencentes ao campo lexical da oposição esquerda-direita. Aqui estão alguns exemplos:
  • as ideologias (o que é uma ideologia? Quantas definições existem? Podemos
    conceber a política sem ideologias?)
  • o centro (o centro não é nem de esquerda nem de direita? Quantos centros
    existem? Por que o centro oposto a extremos? podemos admitir a existência
    de um ‘extremo centro’?)
  • o populismo (o que é um ‘povo’? o que é uma ‘elite’? existe um populismo de
    esquerda e um populismo de direita?)
  • os partidos políticos (como caracterizar um partido político? um mesmo
    partido pode mudar sua posição no espaço político?

Convidados
O grupo de estudos assenta em dois tipos principais de atividades: leitura coletiva deum artigo selecionado; discussão com um professor  visitante. Dois professores foram convidados durante as sessões do ano 2020:

Referências sugestivas
BOBBIO (1994). Direita e esquerda. Razões e significados de uma distinção política. Ed. UNESP.
DUVERGER (1980). Os Partidos Políticos. São Paulo: Zahar.
EAGLETON (1991). Ideology: An Introduction, ed. Verso.
HANNON & RIDER (2021). The Routledge Handbook of Political Epistemology. Routledge.
LAPONCE (1981). Left and right, The topography of political perceptions. University of Toronto Press.
MOUFFE (2018). Pour un populisme de gauche. Ed. Broché.
NOVAK (2015). Systèmes partisans compétitifs. Quelle divergence entre Duverger et Sartori? Revue française de science politique 65: 451-471.
PARENTEAU (2009). Les idéologies politiques (Le clivage gauche-droite). Presses de l'Université de Québec.
SARTORI (1982). Partidos e Sistemas Partidários. Tradução de Waltensir Dutra. Rio de Janeiro, Editora Zahar.
SCHANG (2020). O Nomear e a Ordem, Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea, Brasília 8: 17-41.

https://periodicos.unb.br/index.php/fmc/article/view/28966 

Para qualquer informação:
fabienschang57@ufg.br

Pagina Facebook: https://www.facebook.com/groups/243752483212872 

 

Coordenador: Prof. Fabien Georges Jacques Schang

 

Workshop: ‘Esquerda’? ‘Direita’?


Organizador: Fabien Schang

Faculdade de Filosofia (FAFIL/PPGFIL), Universidade Federal de Goiás (GO).

Transmissão pelo canal: https://www.youtube.com/c/FafilUFG

Datas

14 de dezembro de 2021: 10:00-17:00

15 dezembro de 2021: 10:00-16:45

(horário de Brasília – GMT-3)

Resumo

O objetivo do workshop é fazer um balanço da distinção política esquerda-direita e sua relevância atual. A reflexão será organizada em torno de três campos de estudo: filosofia, ciência política e história das idéias.

 

Transmitido ao vivo no YouTube.

Apresentado em três idiomas (inglês, francês, português).

Vídeo de apresentação em Português: 

https://youtu.be/SWc6vfEMMgg

 

Vídeo de apresentação em Francês: 

https://youtu.be/P25smfBL-Zw

 

Textos e apresentações do Workshop:

 

Fábio Ferreira de Almeida Abertura

Fábio Ferreira de Almeida Discours_d'ouverture

Fabio Ferreira de Almeida Opening_of_the_international_workshop

 

Discurso_de_abertura

Texte_d'ouverture_du_workshop

Opening_speech

 

CHARAUDEAU O discurso populista como uma confusão de questões políticas

CHARAUDEAU Le discours populiste comme brouillage des enjeux politiques

CHARAUDEAU Populist discourse as a blurring of political issues

 

Denis COLLIN Esquerda _ direita _ categorias políticas inutilizáveis

Denis COLLIN Gauche-Droite Des catégories politiques inutilisables intervention

Denis COLLIN Left_Right _ Unusable Political Categories

 

Slides Philippe Fabry (PT)

Diapositives Philippe Fabry (FR)

Slides_Philippe_Fabry_(EN)

 

PARENTEAU Ian - A trajetória Ideológica do Populismo

PARENTEAU__Ian_-_A_trajectoria_ideol%C3%B3gica_do_populismo

PARENTEAU, Ian - Populism Ideological Trajectory - Without Notes

 

Iago MORENO A transversalidade do populismo e a natureza contingente do distinção esquerda-direita

Iago MORENO La transversalité du populisme et le caractère contingent de la distinction gauche-droite

Iago Moreno The transversality of populism and the contingent nature of the left-right distinction

 

Pierre OSTIGUY Wheel_pour Fabien

Pierre OSTIGUY Gauche et droite par champ

Pierre OSTIGUY Laponce (FR)

Pierre OSTIGUY Bobbio (FR)

Présentation_Ostiguy.

 

Laurent LOTY Fazer história de palavras cegas, escapar ao maniqueísmo, libertar a imaginação política e jurídica

Laurent LOTY Faire l’histoire de mots qui aveuglent, échapper au manichéisme, libérer l’imagination politique et juridique

Loty Left & Right

 

Mark R. REIFF Indo além da distinção esquerda-direita

Mark R. Reiff DÉPASSER LA DISTINCTION GAUCHE/DROITE

Mark R. REIFF Moving Beyond the Left-Right Distinction

 

Fabien SCHANG Uma abordagem pragma-semântica da clivagem esquerda-direita.

Fabien SCHANG Une approche pragma-sémantique du clivage gauche-droite

Fabien SCHANG A pragmasemantic approach to the left-right cleavage.

 

SCHOOR Le spectre gauche-droite dans son rapport au populisme, à l'élitisme,...pdf

SCHOOR The left-right spectrum.